Cirurgia de Pálpebras sem Corte ou Eletrofulguração

derma

A flacidez das pálpebras é um problema que, normalmente, começávamos a observar aos 35 anos. Atualmente, entretanto, algumas pessoas podem sofre com a antecipação destas marcas do tempo. A razão envolve motivos genéticos e hábitos de vida pouco saudáveis, como:

  • exposição solar demasiada;
  • uso abusivo de bebidas alcoólicas;
  • tabagismo;
  • noites mal dormidas;

E, isso, claro, pode, muitas vezes, contribuir para uma baixa autoestima.

A prevenção com uso de cremes antienvelhecimento somado à realização de tratamentos estéticos é muito importante. E deve ser iniciada o quanto antes para que os efeitos naturais da flacidez sejam minimizados.

Porém, essas medidas, sozinhas, não são totalmente eficazes quando a flacidez já se estabeleceu, significativamente, na região das pálpebras. Apesar de muito importantes como forma de prevenção, elas não conseguem melhorar o aspecto de tristeza e cansaço que se instala no olhar de quem está com flacidez nas pálpebras.

A solução, nesses casos, é investir em um procedimento capaz de atuar com eficiência nessa região, oferecendo resultados reais.

Cirurgia de pálpebras sem corte

Também chamado de eletrofulguração, a cirurgia de pálpebras sem corte é a opção mais moderna que existe na dermatologia estética.

Pouco invasiva, e com uso de anestesia local infiltrativa para minimizar qualquer desconforto do paciente, o tratamento promove a retração da pele flácida, estimulando a formação de mais colágeno na região tratada.

O procedimento de eletrofulguração é feito sem cortes e, portanto, não há necessidade de pontos ao final e cirurgia. Isso significa que não deixa marcas nem cicatrizes na pele.

O resultado é a remodelação do excesso de pele e uma significativa melhora do aspecto “enrugado e caído” das pálpebras. Pode ser realizado tanto nas pálpebras superiores como nas inferiores, promovendo o rejuvenescimento da região.

No período de cicatrização podem ser formadas pequenas crostas (casquinhas) em regiões onde o processo de coagulação foi mais intensos. Elas devem cair entre 7 a 10 dias.

E após a cicatrização total, já é possível perceber uma atenuação na flacidez da pálpebra. Entretanto, o resultado final ocorre somente entre o terceiro e o sexto mês, quando terá ocorrido o máximo da formação de colágeno e retração da pele.

Dependendo da gravidade do caso, pode ser necessária a realização de mais uma sessão de tratamento.

Vale ressaltar que, apesar do excelente resultado rejuvenescedor,  técnica não elimina as bolsas de gordura, apenas melhorar seu aspecto. Isso porque as bolsas estão localizadas abaixo da musculatura palpebral.

Quer saber mais alguma informação?